BÊNÇÃO DAS MULHERES GRÁVIDAS - DIA DA IMACULADA CONCEIÇÃO, 8 DE DEZEMBRO, EUCARISTIA DAS 11H00, CAPELA DE S. MARTINHO .

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

CONSAGRAÇÃO MISSIONÁRIA DE RUI FERREIRA

 
 
 
 
Seminário da Boa Nova - Valadares- 04.12.2016

VIGÍLIA DIOCESANA DA IMACULADA CONCEIÇÃO


Aproxima-se a Vigília Diocesana da Imaculada Conceição, que terá lugar no dia 7 de dezembro às 21h30 na Sé Catedral.
Esta celebração era tradicionalmente destinada às Equipas de Nossa Senhora. A partir deste ano, embora continue a ser preparada pelas Equipas, passa a congregar toda a comunidade diocesana, conforme desejo expresso pelo nosso Bispo.
O Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar desafia as famílias da diocese a participar nesta grande celebração em honra de Maria, aquela por quem nos chegou o Salvador!

UMA LEITURA GUIADA PARA A CAMINHADA

“Ensinarás a voar... Mas não voarão o teu voo.

Ensinarás a sonhar... Mas não sonharão o teu sonho.

Ensinarás a viver... Mas não viverão a tua vida.

Ensinarás a cantar... Mas não cantarão a tua canção.

Ensinarás a pensar... Mas não pensarão como tu.

Porém, saberás que cada vez que voem, sonhem, vivam, cantem e pensem...

Estará a semente do caminho ensinado e aprendido”!

sábado, 3 de dezembro de 2016

RUI FERREIRA, CONSAGRAÇÃO PERPÉTUA

A NOSSA ORAÇÃO PELO RUI FERREIRA, que no domingo 4 de Dezembro, faz a sua CONSAGRAÇÃO PERPÉTUA, no Seminário de Valadares, pelas 12h00.
No dia 8 de Dezembro será ordenado diácono, pelas 15h30h, na Igreja de Santa Maria de Belém, Mosteiro dos Jerónimos, no Patriarcado de Lisboa.
Desejamos ao Rui as maiores felicidades, e todas as bênçãos de Deus na missão que escolheu.

EVANGELHO Mt 3, 1-12

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus

Naqueles dias, apareceu João Baptista a pregar no deserto da Judeia, dizendo: «Arrependei-vos, porque está perto o reino dos Céus». Foi dele que o profeta Isaías falou, ao dizer: «Uma voz clama no deserto: ‘Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas’». João tinha uma veste tecida com pêlos de camelo e uma cintura de cabedal à volta dos rins. O seu alimento eram gafanhotos e mel silvestre. Acorria a ele gente de Jerusalém, de toda a Judeia e de toda a região do Jordão; e eram baptizados por ele no rio Jordão, confessando os seus pecados. Ao ver muitos fariseus e saduceus que vinham ao seu baptismo, disse-lhes: «Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira que está para vir? Praticai acções que se conformem ao arrependimento que manifestais. Não penseis que basta dizer: ‘Abraão é o nosso pai’, porque eu vos digo: Deus pode suscitar, destas pedras, filhos de Abraão. O machado já está posto à raiz das árvores. Por isso, toda a árvore que não dá fruto será cortada e lançada ao fogo. Eu baptizo-vos com água, para vos levar ao arrependimento. Mas Aquele que vem depois de mim é mais forte do que eu e não sou digno de levar as suas sandálias. Ele baptizar-vos-á no Espírito Santo e no fogo. Tem a pá na sua mão: há-de limpar a eira e recolher o trigo no celeiro. Mas a palha, queimá-la-á num fogo que não se apaga». 

Palavra da salvação.

DOMINGO II DO ADVENTO - Ano A


SALMO RESPONSORIALSalmo 71 (72), 2.7-8.12-13.17 (R. cf. 7) 
Refrão: Nos dias do Senhor nascerá a justiça e a paz 
para sempre.

Ó Deus, dai ao rei o poder de julgar 
e a vossa justiça ao filho do rei. 
Ele governará o vosso povo com justiça 
e os vossos pobres com equidade.

Florescerá a justiça nos seus dias 
e uma grande paz até ao fim dos tempos. 
Ele dominará de um ao outro mar, 
do grande rio até aos confins da terra.

Socorrerá o pobre que pede auxílio 
e o miserável que não tem amparo. 
Terá compaixão dos fracos e dos pobres 
e defenderá a vida dos oprimidos.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

EM TEMPO DE ADVENTO

Estai preparados com as lâmpadas acesas
para a vinda do Senhor, para a vinda do Senhor.
Estai preparados com as lâmpadas acesas.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

A ESPIRITUALIDADE DO ADVENTO


«O Advento é, simultaneamente, o tempo em que, comemorando esta primeira vinda, o nosso espírito se dirige para a expectativa da segunda vinda de Cristo no fim dos tempos. Por estes dois motivos, o Advento apresenta-se-nos como um tempo de piedosa e alegre expectativa» (NUALC 39).

Documento do Secretariado Nacional da Liturgia, sobre o Advento, muito importante para os catequistas, e para ler na integra em - https://app.box.com/s/8r8dkg4k70uheb0z5shzk7kp3swvqnzd

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

REZEMOS PELAS VÍTIMAS DE MAIS UMA TRAGÉDIA

A nossa ORAÇÃO, por todos os que tão cedo partiram em mais uma tragédia sem explicação, que ceifou vidas tão jovens, cheias de sonhos para a realizar e muito para celebrar na vida. Rezamos também pelos familiares e amigos, para que a fé e a esperança em Deus os ajude a enfrentar esta dura provação.

BÊNÇÃO DAS MULHERES GRÁVIDAS - 8 DE DEZEMBRO

Oração da mãe que espera um filho

Eu Vos glorifico, Pai celeste, Deus criador, 
porque fizestes em mim grandes coisas 
e vai nascer de mim um filho, 
fruto de um amor que abençoastes.

Jesus, Filho de Deus, 
que me permitistes adorar-Vos pequenino no presépio, 
eu Vos ofereço meu filho, Vosso irmão. 
Enriquecei-o com os belos dons da natureza e da graça. 
Que na terra seja ele nossa alegria, e na eternidade, Vossa glória!

Espírito Santo, cobri-me com Vossa sombra 
durante estes benditos meses de espera, 
a fim de que nada possa acontecer de mau ao meu filho
e que sua alma esteja pronta 
a tornar-se Vosso santuário pelo baptismo. 

E Vós, Maria, Rainha das mães, assisti-me, vos peço, 
na hora do nascimento do meu filho. 
Aceito desde já, todos os sofrimentos que vierem 
e peço-vos que os ofereçais a Deus por meu filho. 

Meu santo anjo da guarda, 
santo anjo da guarda do meu filho, 
velai sobre nós dois. 
Ámen.

PARA VÓS, SENHOR, ELEVO A MINHA ALMA!

Como é fácil, Senhor Jesus,
Daqui, de ao pé da tua Cruz,
Avistar a paisagem do Advento,
Compreender-lhe a mensagem,
Respirar-lhe o alento.

 Daqui, de ao pé da tua Cruz de Luz,
Sem dúvida o lugar mais alto do mundo,
Mais alto e mais profundo,
Vê-se bem, com toda a claridade,
Que a lonjura do Advento não é horizontal.
Eleva-se em altura.
Como a tua túnica tecida de Alto-a-baixo,
Vertical,
E sem costura.

Tu vens do Alto, Senhor.
Tu vens de Deus.
Tu és Deus.
Tu és o Justo
Que chove das alturas
Sobre a nossa humanidade sedenta e às escuras.

 Vem, Senhor Jesus,
Alumia e rega a nossa terra dura,
Acaricia o nosso humilde chão
E modela com as tuas mãos de amor
Em cada um de nós
Um novo coração
Capaz de ver.
Capaz de Te ver
Nascer
Em cada irmão.

D. António Couto

terça-feira, 29 de novembro de 2016

LAUSPERENE 26-Nov – CATEQUESE INFÂNCIA

Senhor, quem entrará no santuário p’ra Te louvar? 
Quem tem as mãos limpas, um coração puro
Quem não é vaidoso e sabe amar. 
 Senhor, eu quero entrar no santuário p’ra Te louvar. 
Oh, dá-me mãos limpas, um coração puro,
Arranca a vaidade, ensina-me a amar. 
Senhor, já posso entrar no santuário p’ra Te louvar, 
Teu sangue me lava, teu fogo me queima
O Espírito Santo inunda o meu ser. 

LAUSPERENE 26-Nov – CATEQUESE ADOLESCÊNCIA

Um momento vivido no Lausperene pela Catequese da adolescência:
Jesus é digníssimo de todo o nosso louvor. Maria, ajuda-nos a sermos melhores e a amarmos ainda mais Jesus, Seu Filho, este Jesus que está aqui diante de nós na Hóstia Consagrada.
Peçamos muito a Nossa Senhora com muita fé e confiança:
Porque Jesus, Teu Filho, está diante de nós, na Hóstia Consagrada e merece todo o nosso louvor, nós Te pedimos: Maria, ajuda-nos a louvar Jesus.
Porque Jesus, nosso Redentor e Salvador, deu a vida por nós na Cruz, morrendo por nosso amor, nós Te pedimos: Maria, ajuda-nos a louvar Jesus.
Porque Jesus, no extremo do Seu amor, ficou na Santíssima Eucaristia, para ser nosso alimento, quando comungamos, nós Te pedimos: Maria, ajuda-nos a louvar Jesus.
Porque Jesus continua a oferecer-Se em cada Missa, para nos alegrar com a Sua presença e para ser a nossa força, nós Te pedimos: Maria, ajuda-nos a louvar Jesus.
Porque Jesus quer continuar vivo e presente em cada Hóstia Consagrada, para ser nosso companheiro, nós Te pedimos: Maria, ajuda-nos a louvar Jesus.
Porque Jesus continua a amar-nos e a rezar por nós ao Pai, pedindo as graças que precisamos, nós Te pedimos: Maria, ajuda-nos a louvar Jesus.
Deixa Deus entrar na tua própria casa 
Deixa-te tocar pela Sua graça 
Dentro, no segredo, reza-lhe sem medo:

Senhor, Senhor! Que queres que eu faça
No fundo do ser eu vou encontrar 
As razões de viver, as razões de amar 
É bem dentro de nós que está a raiz 
Que nos faz amar e ser feliz.
Tanta coisa me impede de O escutar 
Me desvia da meta que me propus 
Vou ter a coragem de O deixar entrar 
Vou seguir o clarão da Sua luz.
Vou consentir que Seu olhar de amor 
Se fixe em mim e eu me deixe olhar 
Vou-me abrir num acto livre ao Senhor 
Eu vou ser de Deus e vou deixá-lo entrar

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

LAUSPERENE - 8º ANO

O 8º ano não quis deixar de dedicar parte da sua catequese de Sábado ao Santíssimo, no momento de Lausperene.
Na Capela rezámos em silêncio, agradecendo a Jesus estar sempre presente e pedindo força para continuar a percorrer o caminho, sempre ao encontro d’Ele.

Obrigado, Jesus, pelo Teu amor.
Obrigado, Jesus, pelo Teu apoio.
Obrigado, Jesus, pela Tua presença.
Obrigado, Jesus, por me ajudares a distinguir o Bem do Mal.
Obrigado, Jesus, por me guiares e fazeres com que escolha o Bem.


quinta-feira, 24 de novembro de 2016

PELO SONHO É QUE VAMOS...

Pelo sonho é que vamos, 
comovidos e mudos. 
Chegamos? Não chegamos? 
Haja ou não haja frutos, 
pelo sonho é que vamos. 
Basta a fé no que temos. 
Basta a esperança naquilo 
que talvez não teremos. 
Basta que a alma demos, 
com a mesma alegria,
ao que desconhecemos 
e ao que é do dia a dia. 
Chegamos? Não chegamos? 
– Partimos. Vamos. Somos.  

Sebastião da Gama   

CABAZES DE NATAL

A partir do próximo domingo, em todos os centros de culto, estará um cabaz para encher com a partilha de bens alimentares, que serão distribuídos antes do Natal às famílias carenciadas da nossa paróquia.
Partilhe e faça com que o Natal de uma família seja mais feliz. 
Bem-haja!

DOMINGO I DO ADVENTO - Ano A

SALMO RESPONSORIALSalmo 121 (122), 1-2.4-5.6-7.8-9 (R. cf. 1) 
Refrão: Vamos com alegria 
para a casa do Senhor.

Alegrei-me quando me disseram: 
«Vamos para a casa do Senhor». 
Detiveram-se os nossos passos 
às tuas portas, Jerusalém.

Para lá sobem as tribos, as tribos do Senhor, 
segundo o costume de Israel, 
para celebrar o nome do Senhor; 
ali estão os tribunais da justiça, 
os tribunais da casa de David.

Pedi a paz para Jerusalém: 
«Vivam seguros quantos te amam. 
Haja paz dentro dos teus muros, 
tranquilidade em teus palácios».

Por amor de meus irmãos e amigos, 
pedirei a paz para ti. 
Por amor da casa do Senhor, 
pedirei para ti todos os bens.

CONFERÊNCIAS DE S. VICENTE DE PAULO

À semelhança dos anos anteriores, as VICENTINAS promovem uma recolha de bens alimentares, que vai decorrer no próximo, sábado, 26 de novembro, durante todo o dia, no CONTINENTE/GAIA.

Obrigada, desde já, pela sua partilha fraterna, que vai certamente ajudar a alegrar o Natal de quem mais precisa.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

EUCARISTIA COM A CATEQUESE: NA SOLENIDADE DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO

“É com muita alegria que Jesus, Cristo Rei, nos convida para o seu banquete. Em paz e unidos celebremos a realeza divina de Jesus. Ele venceu todo o pecado e a morte, tornando-se “Senhor do Universo”.
E, foi assim, com a monição inicial, um CONVITE de JESUS a todos, que demos inicio a esta Festa de Cristo Rei, preparada e dinamizada pelo 7º ano de catequese e animada pelo Coro Infanto-Juvenil, sob a direcção do Valter.
Essa dinamização fez-se sentir logo na entrada na capela, onde em lugar de destaque se encontrava o Leccionário, ladeado por duas velas acesas – que seria depois levado solenemente ao altar na Liturgia da Palavra – o Pão, e o Vinho, que seriam levados para a Liturgia Eucarística - e os símbolos da realeza de Jesus: 
Ouro que significa Rei, Incenso, Sacerdote e Mirra, Profeta. – apresentados com um convite à partilha e à generosidade – e com as palavras completou-se um painel que desde o inicio da celebração se encontrava junto do altar.
Na procissão de entrada foram levados ao altar, símbolos, que nos ajudaram a entender esta Festa em que celebramos Cristo Rei do Universo, não como um Deus forte e dominador, mas sim um DEUS que Serve, Acolhe, Ama, por isso morre na Cruz, para remissão dos pecados e salvação de todos os homens.
A Palavra de Deus, neste último domingo do ano litúrgico, convida-nos a tomar consciência da realeza de Jesus. Deixa claro, no entanto, que essa realeza não pode ser entendida à maneira dos reis deste mundo: é uma realeza que se exerce no amor, no serviço, no perdão e na doação da vida.
A primeira leitura apresenta-nos o momento em que David se tornou rei de todo o Israel. Com ele, iniciou-se um tempo de felicidade, de abundância, de paz, que ficou na memória de todo o Povo de Deus. 
O Evangelho apresenta-nos a realização dessa promessa: Jesus é o Messias/Rei enviado por Deus, que veio tornar realidade o velho sonho do Povo de Deus e apresentar aos homens o “Reino”; no entanto, o “Reino” que Jesus propôs não é um Reino construído sobre a força, a violência, a imposição, mas sobre o amor, o perdão, o dom da vida.
 “A Fé na realeza de Jesus é a que nós confessamos quando chamamos a Jesus Cristo, Nosso Senhor. Esta realeza foi reconhecida por exemplo, pelo bom ladrão crucificado ao lado de Jesus, também em sofrimento que olhando Jesus lhe diz: Jesus, lembra-te de mim quando vieres com a Tua realeza.”
"Eis o momento mais importante da nossa eucaristia. Confortados pela Palavra chega a hora de dizer a Jesus, obrigada por me receberes no teu banquete. Que eu seja digno(a) de me abeirar junto do teu alimento espiritual. "
 Em momento de Acção de Graças, o 7 ano rezou:
Eis-me aqui
Senhor, encheste-me de dons para Te servir.
Vou procurar usá-los para Te encontrar.
Os meus OUVIDOS 
procuram a tua VOZ e os teus conselhos
Nas vozes daqueles que encontro pelo caminho.
Enquanto procuro nas placas das encruzilhadas 
a direcção para chegar a Ti,
VEJO como as pessoas discutem e se magoam, 
esquecidas de Ti.
VEJO outros que constroem caminhos, 
amizades e mundos melhores.
Outros usam as MÃOS, 
dom maior para selar esses pactos de amor.
Também uso as minhas MÃOS, 
para construir as paredes da Tua Igreja, da nossa casa.
Com os meus PÉS, 
sigo o caminho que me leva a Ti.
FALO Contigo e com os que me acompanham.
A minha BOCA 
denuncia as maldades a que assisti e 
conta a história das bem-aventuranças.
No final da minha procura, 
desta aventura de Te encontrar, 
VEJO-TE e SINTO-TE na minha pele…
Cheguei a Ti! 
Obrigado(a) Senhor, 
Cristo Rei do Universo
E assim celebramos esta FESTA de CRISTO REI, encerrando o Ano Litúrgico e entrando no novo com o ANO MARIANO.
E, com MARIA, caminhos, rezamos e queremos RENOVAR-NOS NAS FONTES DA ALEGRIA!