quinta-feira, 22 de junho de 2017

SEXTA-FEIRA da semana XI - SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS - SOLENIDADE

SALMO RESPONSORIALSalmo 102 (103), 1-2.3-4.6-7.8 e 10 (R. 17) 
Refrão: A bondade do Senhor permanece eternamente 
sobre aqueles que O amam.

Bendiz, ó minha alma, o Senhor 
e todo o meu ser bendiga o seu nome santo. 
Bendiz, ó minha alma, o Senhor 
e não esqueças nenhum dos seus benefícios.

Ele perdoa todos os teus pecados 
e cura as tuas enfermidades. 
Salva da morte a tua vida 
e coroa-te de graça e misericórdia.

O Senhor faz justiça 
e defende o direito de todos os oprimidos. 
Revelou a Moisés os seus caminhos 
e aos filhos de Israel os seus prodígios.

O Senhor é clemente e compassivo, 
paciente e cheio de bondade. 
Não nos tratou segundo os nossos pecados 
nem nos castigou segundo as nossas culpas.

JUNHO - Mês do SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

SOLENIDADE, adoração e missa festiva 
às 18h00 e 19h00, 
na sexta-feira, 23 de Junho, 
na capela de S. Martinho.

AS CORES DO SOL - A Luz de Fátima no Mundo Contemporâneo

É este o tema da exposição temporária evocativa da aparição de outubro de 2017, que pudemos visitar na peregrinação com as crianças a Fátima, e de que damos conta com algumas imagens.
Com a luz  por centro – a luz que irradiou das mãos da Mãe e penetrou no coração daqueles pastorinhos –  a luz de Deus – e a  luz do sol que “bailou” naquele longínquo mês de outubro para todos, colocando os olhares no alto, os dos  crentes e os dos incrédulos, a exposição patente na cripta da basílica da Santíssima Trindade revela-nos aquela  multidão real, que nos é dado hoje conhecer por registo fotográfico, a olhar o céu assimilando o sinal que havia sido prometido pela “Senhora do Rosário mais brilhante que o sol “àquelas três crianças, para que não passassem por mentirosas, pois poucos acreditavam no que elas transmitiam.  
E as crianças confiaram na Mãe que sempre havia cumprido o que lhes prometera, tal como Ela confiara em Deus através do anjo mensageiro.
São eloquentes as imagens! Fixam momentos, transmitem sentimentos, e acompanhadas das expressões reais captadas na época e também registadas,  transportam-nos  à data e colocam-nos no meio daquela multidão - onde se encontram vozes que acreditam e vozes que proclamam a morte de Deus - mas, sobretudo, na vida de todos ali presentes antes e depois do dia 13 de outubro de 1917.
E para conhecer e “palpar” o tempo da história de Fátima, a exposição embrenha-nos pelas pedras da construção dos lugares: ora são as fotos ora os objetos, as maquetes, as pinturas. 
Toda a exposição nos fala das entranhas dos lugares e do pulsar do coração humano nos acontecimentos de Fátima, do crescimento do lugar para acolher quem chega e para dar a conhecer a mensagem que a Senhora do Rosário trouxe àquele lugar.
Ninguém, creio, fica indiferente a todos os registos da exposição, tal é a sua tangibilidade! 
E esta é intrínseca à nossa marca humana, tal como o demonstrou abertamente o discípulo Tomé. 
Assim, aquela exposição  tem a virtude de se completar entre as duas dimensões, a divina que nos faz erguer o olhar para o céu e a humana que nos faz procurar pelos sinais tangíveis.
CR 
Junho 2017

terça-feira, 20 de junho de 2017

CATEQUISTAS - AVALIAÇÃO E PROGRAMAÇÃO

Reunião, na terça, dia 20 de Junho, às 21h30 no centro paroquial.
Haverá eleições para CPP, Vigararia e Avaliação do Ano,
E muito importante a presença de todos.
Não faltes!

segunda-feira, 19 de junho de 2017

APELO À SOLIDARIEDADE DE TODOS

Os trágicos acontecimentos de Pedrogão Grande não deixam ninguém indiferente e, por isso, os nossos Escuteiros apelam à solidariedade de todos para ajuda às vitimas do incêndio.
Foi-lhes comunicado por alguém do INEM, que se encontra na “linha da frente” em Pedrogão Grande, que há necessidade urgente dos seguintes artigos:
-Gel de banho
-Champôs
-Pijamas
-Toalhas 
-Roupa interior
-Todo o tipo de roupa, mas que esteja em condições de poder ser usada imediatamente.

Estes artigos serão levados pessoalmente pelos Bombeiros dos Carvalhos, e podem ser entregues na Sede dos Escuteiros - Agrupamento 321 de Vilar do Paraíso - entre as 21h e as 22h, de 3ª, 4ª e 5ª feira.

Muito obrigada a todos pela contribuição.

RECOLHA DE ROUPAS - Atenção Ílhavo, Aveiro e arredores


A Associação Avós&Netos está a recolher roupas que serão entregues às vítimas do incêndio de Pedrógão Grande. Se tens roupas em bom estado que já não usas deixa-as no Jornal Ilhavense ou entra em contacto connosco para agendarmos uma recolha: são os pequenos gestos, uma pequena ajuda de cada um, que fazem a diferença! 

O horário de recolha é o horário de funcionamento do Jornal Ilhavense. No entanto, caso não seja possível fazer a entrega neste horário, entra em contacto connosco e iremos encontrar uma solução em conjunto!

Contamos contigo!

PAPA SOLIDÁRIO COM VÍTIMAS DE «DEVASTADOR INCÊNDIO» EM PEDRÓGÃO GRANDE


O Papa Francisco manifestou hoje a sua solidariedade às vítimas no “devastador incêndio” que deflagrou este sábado no concelho de Pedrógão Grande.

“Manifesto a minha proximidade ao querido povo português pelo devastador incêndio que está a atingir as florestas à volta de Pedrógão Grande, causando numerosas vítimas e feridos", disse, perante milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro para a recitação da oração do ângelus.

Francisco pediu depois que todos rezassem “em silêncio” pelos que foram atingidos por esta tragédia.

domingo, 18 de junho de 2017

SOLIDARIEDADE E ORAÇÃO PELAS VÍTIMAS DOS INCÊNCIOS

Ontem foi um dia trágico para dezenas de famílias, que pereceram num incêndio dantesco na zona centro, em Pedrógão Grande.
É incomensurável a dor das famílias que perderam os seus entes queridos desta forma, e poucas ou nenhumas palavras podemos dizer para as consolar.
Estamos em tristeza profunda, de luto, com o coração magoado e efectivamente não temos palavras... resta-nos manifestar a nossa solidariedade e ficamos em silêncio e oração.

FOLHA DOMINICAL - Informações e reflexões importantes para toda a comunidade.

 

DOMINGO XI DO TEMPO COMUM - Ano A

SALMO RESPONSORIAL Salmo 99 (100), 2.3.5 (R. 3c) 
Refrão: Nós somos o povo de Deus, 
as ovelhas do seu rebanho. 

Aclamai o Senhor, terra inteira, 
servi o Senhor com alegria, 
vinde a Ele com cânticos de júbilo. 

Sabei que o Senhor é Deus, 
Ele nos fez, a Ele pertencemos, 
somos o seu povo, as ovelhas do seu rebanho.

Porque o Senhor é bom, 
eterna é a sua misericórdia, 
a sua fidelidade estende-se de geração em geração.

SANTUÁRIO DE FÁTIMA disponibiliza «ajuda material» a populações de Pedrógão Grande

O Santuário de Fátima anunciou hoje que vai disponibilizar “ajuda material” para as vítimas do “grande incêndio” que atingiu Pedrógão Grande, assim que seja possível.

“Acompanhamos as vítimas, os desalojados, os feridos e os que perderam algum ente querido com a nossa oração, mas também materialmente iremos disponibilizar ajuda monetária” afirma o reitor do Santuário de Fátima em declarações à Sala de Imprensa da instituição, enviadas à Agência ECCLESIA.

“Tão rapidamente quanto possível, concretizar-se-á esta ajuda para poder fazer face às necessidades daqueles que foram tão duramente atingidos por esta tragédia”, acrescenta o padre Carlos Cabecinhas.

O incêndio que deflagrou no sábado no concelho de Pedrógão Grande, tendo alastrado aos concelhos de Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos, já provocou mais de 60 mortes, estando este número em atualização.

“Ao drama já habitual dos incêndios junta-se agora a tragédia da perda de vidas humanas e de perdas tão elevadas” refere o reitor do Santuário de Fátima, pedindo que ninguém “fique indiferente” diante destes acontecimentos.

O padre Carlos Cabecinhas informa que em todas as celebrações oficiais do Santuário se vai rezar “pelas vítimas mortais e seus familiares, bem como pelos feridos”.

Além de elevados danos materiais provocados pelos incêndios, há ainda a registar mais de 50 feridos, incluindo bombeiros voluntários, quatro dos quais em estado grave.

Em Fátima, durante a recitação do Rosário na Capelinha das Aparições, esta manhã, rezou-se pelas vítimas: "Esta manhã vamos estender sobre os que sofrem por causa do incêndio o manto materno da Senhora".

BISPO DO PORTO EVOCOU «DOR E LÁGRIMAS» DE VÍTIMAS DOS INCÊNDIOS

D. António Francisco dos Santos, recordou hoje em Fátima a “dor e lágrimas” das populações atingidas pelos incêndios na zona de Pedrógão grande, este sábado.

“Este céu de azul e de sol que nesta manhã nos cobre e nos abraça, toldou-se de dor e de lágrimas”, disse o prelado, que presidiu à Missa dominical no recinto de oração da Cova da Iria.

Esta Eucaristia assinalou a Peregrinação Nacional dos Missionários da Boa Nova e a Peregrinação Jubilar das Pessoas com Deficiência e suas famílias, informa o Santuário de Fátima.

D. António Francisco dos Santos sublinhou, a respeito da tragédia de Pedrógão Grande, alguns dos documentos da Igreja que alertam para a necessidade de cuidar da “casa comum”.

“É necessário que todos nós respeitemos a vida, os bens, as pessoas, o clima, a natureza desta casa comum de todos nós. É necessário que façamos da educação para os valores, do respeito por nós e pelos outros um dever maior e primeiro. É necessário que façamos do cuidado dos outros a nossa maior missão”, salientou, numa intervenção citada pela página oficial do Santuário.

O bispo do Porto recordou as pessoas que estão a sofrer devido ao incêndio.

“Fazemos nossas as lágrimas de tantos que sofrem e colocamos no coração de Deus e agradecemos aqueles que juntam às lágrimas que choraram ontem e hoje e que chorarão ao longo da vida o suor da sua oblação, a coragem da sua entrega, a dedicação ao serviço dos outros: nos bombeiros, na proteção civil, nas autoridades locais, nos voluntários anónimos, nos vizinhos, tantas vezes atentos e desesperados, que velam e defendem os bens dos outros e a sua vida”, declarou.

sábado, 17 de junho de 2017

PEREGRINAÇÃO A FÁTIMA, RECORDAÇÕES...

A nossa peregrinação que teve como objectivo principal participar na Eucaristia, e estar com Jesus e Nossa Senhora, mas foi feita também de outros momentos para recordar e guardar no coração, como estes que registamos.😐
Um bom grupo de crianças e jovens que, convém realçar, estiveram à altura do acontecimento, comportando-se sempre muito bem, e por isso aqui ficam os nossos PARABÉNS! 💗

sexta-feira, 16 de junho de 2017

ENCERRAMENTO DA CATEQUESE- amanhã, 17 de Junho, 10h00, no Parque de S. Caetano.

Catequistas, catequizandos, pais, irmãos, outros familiares e amigos, todos estão convidados a participar. 🙂
Esperamos por ti, por isso não faltes!

TERMINARAM AS FESTAS DA CATEQUESE

Com a FESTA DA EUCARISTIA, no dia do CORPO DE DEUS, e as Bem-Aventuranças no passado domingo 11 de Junho, terminaram este anos as festas da catequese.
PARABÉNS a todos pelo trabalho e por mais uma etapa que se completa. 
Que Jesus faça sempre parte da vossa vida, e que a semente se agarre ao vosso coração e possa assim dar muito fruto.

PEREGRINAÇÃO DAS CRIANÇAS A FÁTIMA

Continuamos hoje a publicação de imagens da peregrinação das crianças e jovens da catequese, que no passado dia 10 de Junho, estiveram em Fátima,  agora com a presença no espectáculo “UMA VISITA DE ESTUDO”.
Depois do almoço centenas de crianças e jovens encheram a Basílica, que com a sua irreverencia e t´shirts coloridas, deram um ambiente diferente daquele a que estamos habituados a presenciar naquele espaço de oração. 
Os catequistas, agora bem mais descontraídos, também participaram na "festa" e não se inibiram de espalhar sorrisos e transmitir muita alegria. 
Acomodados nos respectivos lugares - que alguns catequistas e jovens foram "reservar" para que todos pudessem ficar juntos -  há que esperar  pela "Viagem de Estudo", que em breve se iria iniciar...
Este espectáculo foi protagonizado pelos alunos do Colégio de São Miguel, teve inicio às 15h00, e tem três cenas. A primeira começa com os alunos na escola a pensar onde vão em visita de estudo...
Entrando na página da internet do Santuário, verificam que há neste espaço uma proposta de visita de estudo, que é aceite depois de vencidas as “desconfianças” de alguns sobre esta ideia.
Na segunda cena, os alunos entram no santuário, onde são recebidos por um guia que lhes explica a história do lugar e a mensagem que lhe está subjacente.
A terceira cena mostra a construção da Capelinha das Aparições, correspondendo ao pedido que Nossa Senhora deixou aos três pastorinhos na última aparição de que se erguesse neste espaço uma capela.
Para além da representação e da música que acompanha todo o espectáculo os jovens dançaram, numa coreografia muito bem conseguida dando mais cor e alegria a este momento.
Um toque de modernidade foi também a introdução do género musical hip hop, que nos ia contando os passos dos jovens na "Visita de Estudo", e que resultou muito bem. 
Os adereços apresentados na encenação são peças fundamentais para os peregrinos, como é o caso dos impermeáveis, ou dos guarda-chuva brancos que no santuário acompanham o Santíssimo assinalando assim a presença para todos os que desejam comungar.
A música, a dança, as cores dos impermeáveis o branco dos guarda-chuva, foram muito bem pensados e fizeram um efeito fantástico.
Há expressões artísticas que nos ajudam a entender a beleza de Deus, e são formas que nos ajudam tornar a nossa relação com Ele mais forte, porque nos levam ao caminho da oração. 
Apraz-nos assim registar, que esta “Visita de Estudo”, nos despertou para outra forma de ver e sentir as aparições de Nossa Senhora em Fátima.
Foi um privilégio estar aqui e sentir que, efectivamente, a arte e a cultura nos podem ajudar em todo o nosso percurso de fé.
Esta encenação contou com a participação de 100 crianças e jovens e foi organizada pelo Colégio de São Miguel, com acompanhamento das religiosas da Aliança de Santa Maria.
Pensamos que foi também um bom momento de aprendizagem, para que catequistas e jovens “arrisquem”, de vez em quando, e se aventurem em alguma encenação de catequeses… E para os jovens, e todos ficaremos mais ricos!
E, pela alegria e palmas com que no final a representação foi brindada por todos os que enchiam naquela tarde a Basílica da Santíssima Trindade, podemos dizer que a missão de quem pensou, encenou, realizou e foi actor deste espectáculo foi cumprida!
No final da encenação momento para alguns segundos de silêncio, oração e despedida. Que a “Senhora do Rosário mais brilhante que o Sol” a todos proteja, agora e para sempre. 
Voltem sempre a este lugar sagrado, rezem o terço todos os dias, encontrem-se muitas vezes com JESUS e sejam muito felizes!