quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

OUTUBRO - Mês da Missões

Saudamos

Outubro
e
rezamos

pela

 PAZ

nos 

países 

em 

conflito.

ENVIO DOS CATEQUISTAS

 Começa a Missão!
 
 
 
 
Que a Palavra de Deus conduza todos os catequistas em mais uma caminhada.

FESTA DE SANTA TERESINHA DO MENINO JESUS

1 DE OUTUBRO

Santa Teresinha do Menino Jesus Padroeira da Missões





DIA INTERNACIONAL DO IDOSO

"Hoje, porém, compreendendo-se cada vez menos – e por isso não se aceitando – a idade do declínio do corpo e da vida, criam-se como sucedâneos ‘mercados da juventude’ cada vez mais na moda; esquece-se então que, por mais que a adiemos com dispendiosos tratamentos de estética, ginásio e percursos de manutenção exigentes, a idade do pôr do sol há de inexoravelmente chegar. O encontro não preparado com a decadência física é devastador, porque a morte é percebida como o morrer de tudo: nós mesmos, os amores, ‘as coisas’, o passado, o mundo. Não dando valor e não amando a velhice nossa e dos outros, não damos valor e não amamos os velhos que se tornaram assim uma grande ‘periferia’ do nosso tempo. E com isso a sociedade e a economia delapidam um património de grande valor e valores."


segunda-feira, 29 de Setembro de 2014

S. MIGUEL, S. GABRIEL e S. RAFAEL, Arcanjos

SALMO RESPONSORIAL Salmo 137 (138), 1-2a.2bc-3.4-5 (R. 1c)
Refrão: Na presença dos Anjos, eu Vos louvarei, Senhor.

De todo o coração, Senhor, eu Vos dou graças,
porque ouvistes as palavras da minha boca.
Na presença dos Anjos Vos hei-de cantar
e Vos adorarei, voltado para o vosso templo santo.

Hei-de louvar o vosso nome pela vossa bondade e fidelidade,
porque exaltastes acima de tudo o vosso nome 
e a vossa promessa.
Quando Vos invoquei, me respondestes,
aumentastes a fortaleza da minha alma.

Todos os reis da terra Vos hão-de louvar, Senhor,
quando ouvirem as palavras da vossa boca.
Celebrarão os caminhos do Senhor,
porque é grande a glória do Senhor.

domingo, 28 de Setembro de 2014

FOLHA DOMINICAL: informações e reflexões importantes para a comunidade


DOMINGO XXVI DO TEMPO COMUM - Ano A


SALMO RESPONSORIAL Salmo 24 (25), 4-5.6-7.8-9 (R. 6a)
Refrão: Lembrai-Vos, Senhor, da vossa misericórdia e do vosso amor.

Mostrai-me, Senhor, os vossos caminhos,
ensinai-me as vossas veredas.
Guiai-me na vossa verdade e ensinai-me,
porque Vós sois Deus, meu Salvador:
em vós espero sempre.

Lembrai-Vos, Senhor, das vossas misericórdias
e das vossas graças que são eternas.
Não recordeis as minhas faltas
e os pecados da minha juventude.
Lembrai-Vos de mim segundo a vossa clemência,
por causa da vossa bondade, Senhor.

O Senhor é bom e recto,
ensina o caminho aos pecadores.
Orienta os humildes na justiça
e dá-lhes a conhecer os seus caminhos.

sábado, 27 de Setembro de 2014

CELEBRAÇÃO DO ENVIO DE CATEQUISTAS

27 de Outubro, Eucaristia das 19h00, Capela de S. Martinho
Senhor,
Que eu sempre me deixe encontrar por Ti,
Pela escuta entusiasmada da Tua Palavra,
Que me envia a anunciar-Te sem reservas!
Que eu sempre me deixe envolver
Pelo Teu Amor de Pai misericordioso,
Que me alegra e me encoraja!
Que eu sempre me alimente de Ti, 
Verbo Encarnado,
Para que em cada catequese,
Em cada dia,
Em cada gesto,
Em cada olhar,
Em cada sorriso,
Em cada palavra,
Eu possa sempre testemunhar-Te,
Ajudando aqueles que me confias
A viver também a alegria transbordante
Do sempre maravilhoso encontro Contigo,
Para que, conhecendo-Te, 
infinitamente Te amem,
Amando-Te pela Tua Palavra!
Ámen!

sexta-feira, 26 de Setembro de 2014

BOM DIA!

Amanhã tudo recomeça neste caminho que queremos e acreditamos que JESUS é sempre a nossa Luz. Pároco, catequistas, catequizandos, pais e comunidade de mãos dadas e unidos pelos amor que nos vem do mestre vamos caminhando, fazendo caminho. 
Amanhã, dia 27 de setembro, na Eucaristia das 19h, Capela de São Martinho, seremos enviados a sermos "boca de Deus" neste serviço vocacional da catequese. 
No dia 30 de setembro, Centro paroquial, 21:30h, reunião de catequistas. No dia 4 de outubro, centro paroquial, 14:30h, acolhimento ao 1º ano; 16:00h eucaristia para a catequese do 2º ao 6ºano; 19h, eucaristia para a catequese da adolescência. 
Início das atividades nas salas, dia 8, 11 e 12 de outubro, nos horários por vós já conhecidos. Sejamos coerentes e comprometidos com a palavra SIM! UM bj grande para todos

quinta-feira, 25 de Setembro de 2014

RECADO AOS CATEQUISTAS...

Um novo ano de catequese está prestes a começar. Com toda a azáfama da preparação inicial e depois durante o ano, ficamos tão assoberbados com reuniões, colóquios, jornadas, avaliações... enfim, tanta coisa, que por vezes nos esquecemos do mais importante... REZAR! Esta imagem do Fano, dá-nos exactamente a "pista" certa para que nenhum catequista se perca na jornada. OREMOS!

quarta-feira, 24 de Setembro de 2014

A CATEQUESE ESTÁ QUASE A COMEÇAR!

Já inscreveu o seu filho, neto, sobrinho, amigo?
Se ainda não o fez, pode dirigir-se o quanto antes ao Centro Paroquial 
Tel 227110132
R. Major Teixeira Pinto 423, Vilar do Paraíso
4405-877 VILA NOVA DE GAIA
Encontra a ficha de inscrição em https://app.box.com/s/37ljwe4tu4lqnvjuu5if
se puder descarrega-la e desejar leva-la já preenchida.

segunda-feira, 22 de Setembro de 2014

EM APENAS UMA HORA SE PODE GANHAR OU PERDER O DIA INTEIRO!

Evangelho deste Domingo XXV do Tempo Comum (Mateus 20,1-16) 
O amor de Deus está lá, bem retratado, em todas as iniciativas do dono da vinha: SAI a toda a hora à nossa PROCURA. Quer-nos a todos por igual. Enche as nossas mãos com os seus dons. Mas nós ficamos tão mal na fotografia ou na radiografia, que mostra bem as invejas e ciúmes, que minam o nosso coração e não nos deixam ser irmãos. Aquela última hora é a hora da graça. É a nossa hora de filhos de Deus. Mas é também a hora em que podemos ser aceites ou rejeitados como irmãos.
Em apenas uma hora se pode ganhar ou perder o dia inteiro!

domingo, 21 de Setembro de 2014

S. MATEUS, Apóstolo e Evangelista 21 Setembro

ORAÇÃO COLECTA
Senhor nosso Deus, que, na vossa infinita misericórdia, 
escolhestes o publicano Mateus para vosso Apóstolo, 
concedei-nos que, ajudados pelo seu exemplo e intercessão, 
Vos sigamos fielmente 
e nos entreguemos a Vós de todo o coração. 
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

DOMINGO XXV DO TEMPO COMUM - Ano A

SALMO RESPONSORIAL Salmo 144 (145), 2-3.8-9.17-18 (R. 18a)
Refrão:O Senhor está perto de quantos O invocam.

Quero bendizer-Vos, dia após dia,
e louvar o vosso nome para sempre.
Grande é o Senhor e digno de todo o louvor,
insondável é a sua grandeza. 

O Senhor é clemente e compassivo,
paciente e cheio de bondade.
O Senhor é bom para com todos
e a sua misericórdia se estende a todas as criaturas. 

O Senhor é justo em todos os seus caminhos
e perfeito em todas as suas obras.
O Senhor está perto de quantos O invocam,
de quantos O invocam em verdade.

FÁTIMA, ALTAR DO MUNDO

Fátima, Altar do mundo. Onde, em cada ano, é muito bom voltar! É o que faremos no próximo dia 5 de Outubro, na Peregrinação Paroquial. Inscreva-se e participe!


quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

5 DE OUTUBRO: A CAMINHO DE FÁTIMA!

Inscreva-se e venha participar nesta grande peregrinação: rezando, cantando, meditando, mas também cultivando o silêncio para o grande encontro com Nossa Senhora, e seu filho JESUS CRISTO.

quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

3 DE OUTUBRO: Crianças rezam pelo Papa em Fátima

O Santuário de Fátima vai associar-se ao «Children of the Eucharist», um momento internacional de oração pelo Papa, protagonizado por crianças e jovens. A iniciativa vai concretizar-se dia 3 de outubro e é promovida pelo Apostolado Mundial de Fátima. A concentração, na Capelinha das Aparições, está marcada para as 15h45. O momento de oração terá início às 16h00 (hora de Lisboa) com a exposição do Santíssimo, seguida de Adoração e da recitação do Rosário.
«Assim, unidos, convidamos as crianças de todo o mundo a participarem na 12.ª Adoração Eucarística Mundial, que o Apostolado Mundial de Fátima celebra todos os anos, para rezarmos por Sua Santidade o Papa Francisco e pela paz nas nossas famílias e no mundo», afirma Carlos Cabecinhas, sacerdote e reitor do Santuário de Fátima.

terça-feira, 16 de Setembro de 2014

LUGAR AO JOVENS...

"Os jovens, que são o futuro da Igreja e da sociedade, devem ter um lugar privilegiado na vida das nossas paróquias. Temos de os apoiar e encorajar, e estar atentos aos movimentos que os possam ajudar a inserirem-se na vida da Igreja e das comunidades."

D. António Moiteiro Ramos

segunda-feira, 15 de Setembro de 2014

A CRUZ...

"A morte de Cristo é a consequência da Sua descida até à nossa humanidade, e é designada, paradoxalmente, como elevação; porque fisicamente a cruz coloca-se ao alto; com a Sua morte começa a Sua glorificação, a Sua Páscoa, a Sua passagem para o Pai (12, 23-34). Esta é, ao mesmo tempo, a maior prova do amor do Pai, que não nos enviou o Filho para julgar ou condenar, mas para dar testemunho da verdade (Jo 18, 37) – uma vida que alcançamos pela adesão plena a Ele. Este é o sentido da festa da Exaltação da Santa Cruz, que hoje celebramos."

D. António Moiteiro

domingo, 14 de Setembro de 2014

BISPO DE AVEIRO - Entrada Solene

No domingo 14 de Setembro, em que celebramos a Festa da Exaltação da Santa Cruz, D. António Moiteiro Ramos, fez a sua Entrada Solene como bispo de Aveiro.
Como não podia deixar de ser esteve presente o "nosso" bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos, que foi o anterior bispo da cidade de Aveiro.
Celebração bonita mas muito simples, com um grandioso coro formado por elementos das várias freguesias que compõe a diocese de Aveiro.
Presença de muita gente de todas as idades, um grande número de escuteiros e de grupos de jovens, pois D. António foi sempre muito ligado à catequese - tem vários livros publicados sobre o tema - e à formação de grupos.
Para acompanhar o novo bispo, esteve presente também um grande número de sacerdotes, diáconos e bispos, para além do representante do Papa. 
D. António Francisco dos Santos, no abraço fraterno a D. António Moiteiro Ramos, seu sucessor.
"Evangelizar «constitui, de facto, a graça e a vocação própria da Igreja, a sua mais profunda identidade» (EN 14) e indica o esforço de renovação que a Igreja é chamada a fazer para corresponder aos desafios que a atual conjuntura social e cultural coloca à fé cristã, ao seu anúncio e ao seu testemunho, como consequência das profundas mudanças."
Deixamos em cima um pequeno excerto da homilia que D. António que fez em palavras simples, facilmente entendíveis, muito ao seu estilo catequético, que vale a pena ler na integra.
http://www.diocese-aveiro.pt/v2/?p=11881

EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ

" Ver o Filho do Homem levantado na Cruz é ver passar dois filmes: 1) o da nossa violência e malvadez, postas a descoberto naquele rosto desfigurado, naqueles chagas abertas, naquele sangue a escorrer ou já coalhado: está ali, bem diante de nós, a imagem do pecado que está escondido em nós; 2) passa ali também o filme do imenso amor de Deus, que não faz frente à minha violência, mas a abraça. Sendo Deus amor, então a única maneira que Ele tem de curar o meu pecado, não é decretar, lá do alto e de dentro das paredes douradas da sua eternidade, uma qualquer amnistia. A única maneira que Deus tem de me curar é descer ao meu mundo, viver no meu mundo, caminhar comigo, sujeitar-se às minhas maldades e atroplias, sofrê-las e absorvê-las. É só assim, desarmado e só amando, que pode dissolver e absolver o pecado que há em mim. «Deus amou tanto o mundo» (João 3,16). A cura não é mágica. Levantada e exibida bem diante dos nossos olhos, naquele rosto desfigurado e naquele sangue a escorrer, a imagem da violência, mentira, ódios, dentro de nós escondida, mas agora declarada, conhecemos agora a doença de que padecemos. Podemos, portanto, começar a tratar-nos. E o remédio também está ali exposto bem diante dos nossos olhos: é aquele amor e perdão subversivos!"

D. António Couto

sábado, 13 de Setembro de 2014

EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ - 14 de Setembro

SALMO RESPONSORIAL Salmo 77 (78), 1-2.34-35.36-37.38 (R. cf. 7c)
Refrão: Não esqueçais as obras do Senhor.

Escuta, meu povo, a minha instrução,
presta ouvidos às palavras da minha boca.
Vou falar em forma de provérbio,
vou revelar os mistérios dos tempos antigos.

Quando Deus castigava os antigos, eles O procuravam,
tornavam a voltar-se para Ele
e recordavam-se de que Deus era o seu protector,
o Altíssimo o seu redentor.

Eles, porém, enganavam-n’O com a boca
e mentiam-Lhe com a língua;
o seu coração não era sincero,
nem eram fiéis à sua aliança.

Mas Deus, compadecido, perdoava o pecado
e não os exterminava.
Muitas vezes reprimia a sua cólera
e não executava toda a sua ira.

DIOCESE DO PORTO - Lema do Ano Pastoral