segunda-feira, 2 de março de 2015

CATEQUESE QUARESMAL

Tempo de preparação e formação para todos, que nos é dado ter na nossa paróquia e devemos aproveitar. Hoje será a segunda catequese e contamos com a sua presença!

CELEBRAÇÃO DO DIA DO DOENTE

 "SABEDORIA DO CORAÇÃO É SERVIR O IRMÃO" 
Papa Francisco
No domingo 1 de março, a nossa paróquia celebrou o dia do doente, que teve início com a Eucaristia às 11h00, na Capela de S. Martinho.
A celebração foi presidida pelo bispo auxiliar do Porto, D. João Lavrador. que esteve entre nós em visita pastoral
Eucaristia muito participada com a presença de muitos doentes, mas também de familiares e amigos
que partilharam estes momentos de alegria e comunhão em Jesus Cristo Nosso Senhor.
O Dia Mundial do Doente foi instituído por S. João Paulo II. E, em cada ano há uma mensagem para este dia.
"O tema deste ano convida-nos a meditar uma expressão do livro de Job: «Eu era os olhos do cego e servia de pés para o coxo» (29,15). Gostaria de o fazer na perspectiva da sapientia cordis, da sabedoria do coração." Papa Francisco
 
A mensagem do Papa termina com a seguinte oração: - Ó Maria, Sede da Sabedoria, intercedei como nossa Mãe por todos os doentes e por quantos cuidam deles. Fazei que possamos, no serviço ao próximo sofredor e através da própria experiência do sofrimento, acolher e fazer crescer em nós a verdadeira sabedoria do coração.
Terminada a Eucaristia, seguiu-se o almoço no centro paroquial, e uma tarde de animação feita pelo grupo de cavaquinhos  da colectividade Entre Parente.
A organização deste dia é da responsabilidade do CPP, MEC e Pastoral da Saúde.
Contando ainda com a preciosa colaboração de elementos de vários grupos da paróquia, 
que providenciaram a confecção do almoço e lanche, vindo também os escuteiros que ajudaram nas restantes tarefas.
Com a certeza de que o mandamento do amor continua bem vivo na nossa comunidade, agradecemos a todos os que de alguma forma contribuíram  e colaboraram neste dia.
Um grande obrigada pela disponibilidade e empenho em servir todos os nossos irmãos, que precisam de cuidados e de muito carinho. Assim nos diz o Papa:
"Também hoje quantos cristãos dão testemunho – não com as palavras mas com a sua vida radicada numa fé genuína – de ser «os olhos do cego» e «os pés para o coxo»! Pessoas que permanecem junto dos doentes que precisam de assistência contínua, de ajuda para se lavarem, vestirem e alimentarem. 
Este serviço, especialmente quando se prolonga no tempo, pode tornar-se cansativo e pesado; é relativamente fácil servir alguns dias, mas torna-se difícil cuidar de uma pessoa durante meses, ou até anos, mesmo quando ela já não é capaz de agradecer. E, no entanto, que grande caminho de santificação é este! Em tais momentos, pode contar-se de modo particular com a proximidade do Senhor que é também de especial apoio à missão da Igreja."
"Sabedoria do coração é:  servir o irmão; estar com o irmão; sair de si ao encontro do irmão; ser solidário com o irmão, sem o julgar.”
 Veja mais imagens em http://1drv.ms/1zSvFCO

domingo, 1 de março de 2015

INICIA-SE HOJE A SEMANA DA CÁRITAS

Durante esta semana e, para além de conjunto de ações locais, a Semana nacional Cáritas, leva à rua o habitual Peditório Público que se realizará em diversas cidades e estabelecimentos comerciais entre os dias de 5 a 8 de Março.
As vicentinas da nossa paróquia colaboram neste serviço. Contribua!

EUCARISTIA COM A CATEQUESE

 "Porque obedeceste à minha voz, na tua descendência 
serão abençoadas todas as nações da terra».
 "Andarei na presença do Senhor sobre a terra dos vivos."
 "Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João
 e subiu só com eles para um lugar retirado 
num alto monte e transfigurou-Se diante deles."

sábado, 28 de fevereiro de 2015

VISITA PASTORAL de D. JOÃO LAVRADOR

 BEM-VINDO!

FOLHA DOMINICAL - Informações e Reflexões importantes para toda a comunidade



DOMINGO II DA QUARESMA - Ano B

SALMO RESPONSORIAL Salmo 115 (116), 10 e 15. 16-17.18-19
 (R. Salmo 114 (115), 9)

Refrão: Andarei na presença do Senhor 
sobre a terra dos vivos.

Confiei no Senhor, mesmo quando disse:
«Sou um homem de todo infeliz».
É preciosa aos olhos do Senhor
a morte dos seus fiéis.

Senhor, sou vosso servo, filho da vossa serva:
quebrastes as minhas cadeias.
Oferecer-Vos-ei um sacrifício de louvor,
invocando, Senhor, o vosso nome.

Cumprirei as minhas promessas ao Senhor
na presença de todo o povo,
nos átrios da casa do Senhor,
dentro dos teus muros, Jerusalém.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

EUCARISTIA COM A CATEQUESE: vem, que estás convidado(a)!


Naquele tempo, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João e subiu só com eles para um lugar retirado num alto monte e transfigurou-Se diante deles. As suas vestes tornaram-se resplandecentes, de tal brancura que nenhum lavadeiro sobre a terra as poderia assim branquear. Apareceram-lhes Moisés e Elias, conversando com Jesus. Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: «Mestre, como é bom estarmos aqui! Façamos três tendas: uma para Ti, outra para Moisés, outra para Elias». Não sabia o que dizia, pois estavam atemorizados. Veio então uma nuvem que os cobriu com a sua sombra e da nuvem fez-se ouvir uma voz: «Este é o meu Filho muito amado: escutai-O». De repente, olhando em redor, não viram mais ninguém, a não ser Jesus, sozinho com eles. Ao descerem do monte, Jesus ordenou-lhes que não contassem a ninguém o que tinham visto, enquanto o Filho do homem não ressuscitasse dos mortos. Eles guardaram a recomendação, mas perguntavam entre si o que seria ressuscitar dos mortos.
Evangelho Mc 9, 2-10

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

QUARESMA - Capela de S. Caetano

Abrimos a porta do nosso coração e deitamos fora todas as "pedras" que são um obstáculo ao nosso arrependimento, deixando que a alegria do Evangelho ali permaneça.

Quem o desejar, gravará o seu nome numa pequena pedra, colocando-a junto das restantes que se encontram a fazer caminho... simbolismo para o caminho que nos leva à conversão.

Dinâmica adaptada da Catequese Diocese Do Porto

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

TEMPO DE PREPARAÇÃO ESPIRITUAL

Inicia-se hoje, um "tempo favorável" com a primeira catequese Quaresmal, feita pelo Pe, Jerónimo, reitor do Seminário da Boa Nova, e que nos ajudará nesta caminhada a preparar o grande encontro Pascal com o Senhor Ressuscitado. A não perder, hoje, às 21h30, no Centro Paroquial,

I DOMINGO - ARREPENDE-TE

Para meditar e viver 
Proposta para o caminho quaresmal dos Catequistas e Catequizandos 
Sugere-se que leia e reflita o trecho do Evangelho Mc 1,12-15 e a citação da “Evangelii Gaudium”:

«Como nos faz bem voltar para Ele, quando nos perdemos! Insisto uma vez mais: Deus nunca Se cansa de perdoar, somos nós que nos cansamos de pedir a sua misericórdia. Aquele que nos convidou a perdoar «setenta vezes sete» (Mt 18, 22) dá-nos o exemplo: Ele perdoa setenta vezes sete. Volta uma vez e outra a carregar-nos aos seus ombros. Ninguém nos pode tirar a dignidade que este amor infinito e inabalável nos confere.» E.G.3 (Evangelii Gaudium nº 3, do Papa Francisco) 
«A Igreja deve ser o lugar da misericórdia gratuita, onde todos possam sentir-se acolhidos, amados, perdoados e animados a viverem segundo a vida boa do Evangelho.» E.G.114

Reflexão para o catequista

No Evangelho, em que «Jesus desce ao chão de Israel -deserto- para assumir as suas fragilidades, elevando a dura realidade do pecado do povo, do nosso pecado, a um registro de salvação (D.A.C.)» que descubro do projeto de Salvação que Deus tem para o seu povo, para mim?
Ao contemplar o jeito como Deus salva e perdoa, que experiências da minha vida precisam de ser perdoadas e curadas? Como voltar o coração para Deus, arrepender-me?
Em que medida, converter-me e voltar a minha vida para Deus, me faz viver na alegria e me faz querer contagiá-la ao próximo?

No grupo de catequese 

Um tempo para construir (ou montar as portas já feitas, de preferência) as 7 portas que se abrirão, na sala de catequese. Sugere-se que se peça a colaboração das famílias para esta construção.

Um tempo de reflexão

Abrir a 1ª porta e ler/escrever a palavra “Arrepende-te”.  Ler o Evangelho do dia e as citações do Papa Francisco. (Até ao 3 ano ler alguns versículos do Evangelho e uma frase significativa do Papa Francisco). Estabelecer um breve diálogo (a partir da perguntas feitas para a comunidade-junto dos textos) Escolher e escrever na porta a frase mais significativa para o grupo.

Um tempo de oração 
Convidar a repetir, no silêncio interior, várias vezes:  “ Dou-te graças Pai, porque me amas e perdoas sempre”. Convidar os catequizandos a rezar. Senhor Jesus,

Obrigado, porque me perdoas sempre,
Porque me convidas a arrepender, a voltar para ti o coração.
Bem sabes que sozinho não sou capaz de viver ao teu jeito,
de perdoar como perdoas, de fazer o bem a toda a gente.
Peço-te, que durante este tempo de quaresma,
me ajudes a compreender que quando vivo como Tu desejas
e rezo, converso contigo, as coisas correm bem melhor
sinto mais força e nunca me sinto só.
Fica comigo, ao longo destas 7 semanas, 
e ajuda-me a ter o coração voltado para ti 
e para todos os que me rodeiam. Ámen.

Um gesto significativo - compromisso a realizar ao longo da semana. Convidar a recordar o dia e a rezar antes de adormecer: “ Dou-te graças Pai, porque me amas e perdoas sempre”. Convidar a realizar o gesto proposto na comunidade

Para uma memória agradecida

Dar um breve tempo para que os catequizandos escrevam o compromisso, a palavra da semana e uma mensagem no seu diário, na “porta pessoal”.

Arrepende-te- para viver pessoalmente e em FAMÍLIA 

Convite: Escrever na 1ª porta o nome de três pessoas com quem se deseja mudar de atitude e, ao longo da semana, pôr em prática gestos de proximidade, reconciliação, ajuda, atitudes que permitam viver a verdadeira alegria.

TEMPO DA QUARESMA

Ao entrarmos no tempo santo da Quaresma,
Devemos ter a coragem 
de atravessar a poeira dos caminhos
intransitivos do nosso coração,
isto é, de limpar as mentiras, 
ódios, raivas, violências, banalidades,
que tantas vezes preenchem os nossos dias.
A Quaresma é tempo de nos expormos
ao vendaval criador e purificador do Espírito,
sem termos a pretensão 
de o querer transformar em ar condicionado.
Toma em tuas mãos, Senhor,
A nossa terra ardida.
Beija-a.
Sopra nela outra vez o teu alento,
a tua aragem,
e veremos nela outra vez impressa a tua imagem.
Tu sabes bem, Senhor, que somos frágeis.
Mas contigo por perto,
seremos fortes e ágeis,
capazes de abrir estradas no deserto,
a céu aberto.

D. António Couto

domingo, 22 de fevereiro de 2015

DOMINGO I DA QUARESMA - Ano B


SALMO RESPONSORIAL Salmo 24 (25), 4bc-5ab. 6-7bc. 8-9 (R. cf. 10)
Refrão: Todos os vossos caminhos, Senhor,
são amor e verdade para os que são fiéis à vossa aliança.

Mostrai-me, Senhor, os vossos caminhos,
ensinai-me as vossas veredas.
Guiai-me na vossa verdade e ensinai-me,
porque Vós sois Deus, meu Salvador.

Lembrai-Vos, Senhor, das vossas misericórdias
e das vossas graças que são eternas.
Lembrai-Vos de mim segundo a vossa clemência,
por causa da vossa bondade, Senhor.

O Senhor é bom e recto,
ensina o caminho aos pecadores.
Orienta os humildes na justiça
e dá-lhes a conhecer a sua aliança.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

«ÉS PÓ, E AO PÓ VOLTARÁS»

Quando? Amanhã? No próximo ano? Daqui a 20 anos? Que importa... Esse grão de pó sobre a tua cabeça é o teu destino inelutável. Por isso emprega bem os teus curtos anos, converte-te, volta-te para Cristo, que só Ele te pode dar perdão e vida.

É assim que na Quarta-feira de Cinzas começamos a Quaresma, tempo de conversão e austeridade, mas também tempo de uma alegria contida, a alegria de um coração purificado. Trata-se de nos prepararmos para as festas pascais. A Quaresma é o caminho para uma festa!

«Quando jejuardes, não mostreis um ar sombrio, como os hipócritas, que desfiguram o rosto para que os outros vejam que eles jejuam. Em verdade vos digo: já receberam a sua recompensa» (Mateus 6,16).

Escutemos bem estas palavras e apliquemo-las como norma de conduta, não apenas na Quaresma mas em toda a nossa vida cristã, porque ela não é senão uma longa preparação para as festas pascais definitivas.


quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

QUARESMA 2015


Há sempre um tempo em que sentimos a necessidade de pôr as “coisas em ordem” ou de pôr “ arrumação na casa” ou ainda pôr “a casa em ordem”. Tudo expressões para significar, no final de contas, fazer um “balanço” das nossas contas ou das nossas coisas, nele estando implícita a consciência de que há coisas a mais ou fora do sítio ou contas que não batem certo. E implica ponderar, fazer escolhas, fazer esforço, fazer planos para que possam ser corrigidos os desvios encontrados.
Assim é a quaresma para um cristão – o Tempo favorável ao balanço da sua vida!
Tomar consciência das coisas e das contas que precisam ser colocadas em ordem. É tempo da revisão, da renovação ou da elaboração de planos e da vontade séria de corrigir desvios. Precisamos sentir essa necessidade e vontade de “arrumar”. Quanto maior for a arrumação da nossa vida, mais disponibilidade teremos para olhar para os nossos irmãos, por quem Deus continua a perguntar-nos.
Que Deus nos dê a graça de nos sentirmos pecadores, como nos diz o Papa Francisco.

Os catequistas do 10.º

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO PARA A QUARESMA DE 2015

1. « Se um membro sofre, com ele sofrem todos os membros » (1 Cor 12,26) – A Igreja.
2. « Onde está o teu irmão? » (Gn 4,9) – As paróquias e as comunidades
3. « Fortalecei os vossos corações » (Tg 5,8)– Cada um dos fiéis

QUARESMA 2015 - Celebração das Cinzas

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

QUARESMA, TEMPO DE GRAÇA

 "Agora é tempo de graça"
Quaresma não é só 
tempo de jejum e abstinência,
de cor roxa e pensamentos de morte.
Quaresma é caminho de vida.
Recorda-nos que nós vimos do pó
e ao pó voltaremos,
e também nos diz que Deus 
nos vai retirar da cinza.

Os Domingo da Quaresma - Ano B 
 Juan Járegui, Edições Salesianas

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

INÍCIO DA QUARESMA

QUARTA FEIRA CINZAS - 18 de Fevereiro, MISSA DAS CINZAS
às 16h00 e às 21h30h, na Capela de S. Martinho
Na Quarta-feira de Cinzas (e na Sexta-feira Santa) a Igreja aconselha os fiéis a fazerem jejum e a não comerem carne. 
Esta tradição já existe há muitos anos e tem como propósito fazer com que os fiéis tomem parte do sacrifício de Jesus. Aquele que crê também pode fazer um sacrifício, abstendo-se de uma coisa que gosta, neste caso, a carne. Pode e deve traduzir também por outra coisa importante para si...

QUARTA-FEIRA DE CINZAS

SALMO RESPONSORIAL Salmo 50 (51), 3-4.5-6a.12-13.14.17  (R. cf. 3a)

Refrão: Pecámos, Senhor: tende compaixão de nós.

Compadecei-Vos de mim, ó Deus, pela vossa bondade,
pela vossa grande misericórdia, apagai os meus pecados.
Lavai-me de toda a iniquidade
e purificai-me de todas as faltas.

Porque eu reconheço os meus pecados
e tenho sempre diante de mim as minhas culpas.
Pequei contra Vós, só contra Vós,
e fiz o mal diante dos vossos olhos.

Criai em mim, ó Deus, um coração puro
e fazei nascer dentro de mim um espírito firme.
Não queirais repelir-me da vossa presença
e não retireis de mim o vosso espírito de santidade.

Dai-me de novo a alegria da vossa salvação
e sustentai-me com espírito generoso.
Abri, Senhor, os meus lábios
e a minha boca cantará o vosso louvor.

QUARESMA 2015


O Papa Francisco desafia nesta Quaresma a Igreja e a sociedade a superar o “mar da indiferença” que ignora o sofrimento de milhões de pessoas em todo o mundo.
“Ter um coração misericordioso não significa ter um coração débil. Quem quer ser misericordioso precisa de um coração forte, firme, fechado ao tentador mas aberto a Deus; um coração que se deixe impregnar pelo Espírito e levar pelos caminhos do amor que conduzem aos irmãos e irmãs; no fundo, um coração pobre, isto é, que conhece as suas limitações e se gasta pelo outro”.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

MISSÃO: RECICLAR NA CATEQUESE

A protecção do ambiente em que vivemos é uma missão importante para todos nós. Por isso, este ano a catequese decidiu empenhar-se ainda mais para levar por diante essa tarefa. 
Foi proposto a cada ano que com imaginação decorasse o seu caixote ou cesto, para receber o material a reciclar.
E, na verdade, surgiram ideias bastante criativas, que já estão a dar resultado, porque ninguém fica indiferente a este apelo de separar o lixo e manter cada sala mais limpa e organizada.
Incentivar estes procedimentos e criar em todos uma consciência de defesa dos valores ambientais é uma missão da responsabilidade de todos os cristãos.
Para isso nos tem alertado muitas vezes o Papa Francisco, e que a esse propósito se referiu - mais uma vez - com preocupação no passado dia 9 de Fevereiro, dizendo que:- "um cristão que não se preocupa com a defesa do ambiente é alguém a quem “o trabalho de Deus não interessa”.
Em Janeiro o Papa Francisco já tinha revelado que a sua próxima encíclica, sobre a ecologia, vai ser publicada entre Junho e Julho, ainda a tempo de pressionar a comunidade internacional para decisões corajosas na Conferência do Clima 2015, em Paris. 
Portanto, esta nossa missão tem que continuar com muito entusiasmo e dedicação. Cada ano sabe o que tem de fazer pela escala distribuída. E, se cada um se empenhar, o sucesso da missão está garantido. Força para todos!