terça-feira, 16 de Setembro de 2014

LUGAR AO JOVENS...

"Os jovens, que são o futuro da Igreja e da sociedade, devem ter um lugar privilegiado na vida das nossas paróquias. Temos de os apoiar e encorajar, e estar atentos aos movimentos que os possam ajudar a inserirem-se na vida da Igreja e das comunidades."

D. António Moiteiro Ramos

segunda-feira, 15 de Setembro de 2014

A CRUZ...

"A morte de Cristo é a consequência da Sua descida até à nossa humanidade, e é designada, paradoxalmente, como elevação; porque fisicamente a cruz coloca-se ao alto; com a Sua morte começa a Sua glorificação, a Sua Páscoa, a Sua passagem para o Pai (12, 23-34). Esta é, ao mesmo tempo, a maior prova do amor do Pai, que não nos enviou o Filho para julgar ou condenar, mas para dar testemunho da verdade (Jo 18, 37) – uma vida que alcançamos pela adesão plena a Ele. Este é o sentido da festa da Exaltação da Santa Cruz, que hoje celebramos."

D. António Moiteiro

domingo, 14 de Setembro de 2014

BISPO DE AVEIRO - Entrada Solene

No domingo 14 de Setembro, em que celebramos a Festa da Exaltação da Santa Cruz, D. António Moiteiro Ramos, fez a sua Entrada Solene como bispo de Aveiro.
Como não podia deixar de ser esteve presente o "nosso" bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos, que foi o anterior bispo da cidade de Aveiro.
Celebração bonita mas muito simples, com um grandioso coro formado por elementos das várias freguesias que compõe a diocese de Aveiro.
Presença de muita gente de todas as idades, um grande número de escuteiros e de grupos de jovens, pois D. António foi sempre muito ligado à catequese - tem vários livros publicados sobre o tema - e à formação de grupos.
Para acompanhar o novo bispo, esteve presente também um grande número de sacerdotes, diáconos e bispos, para além do representante do Papa. 
D. António Francisco dos Santos, no abraço fraterno a D. António Moiteiro Ramos, seu sucessor.
"Evangelizar «constitui, de facto, a graça e a vocação própria da Igreja, a sua mais profunda identidade» (EN 14) e indica o esforço de renovação que a Igreja é chamada a fazer para corresponder aos desafios que a atual conjuntura social e cultural coloca à fé cristã, ao seu anúncio e ao seu testemunho, como consequência das profundas mudanças."
Deixamos em cima um pequeno excerto da homilia que D. António que fez em palavras simples, facilmente entendíveis, muito ao seu estilo catequético, que vale a pena ler na integra.
http://www.diocese-aveiro.pt/v2/?p=11881

EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ

" Ver o Filho do Homem levantado na Cruz é ver passar dois filmes: 1) o da nossa violência e malvadez, postas a descoberto naquele rosto desfigurado, naqueles chagas abertas, naquele sangue a escorrer ou já coalhado: está ali, bem diante de nós, a imagem do pecado que está escondido em nós; 2) passa ali também o filme do imenso amor de Deus, que não faz frente à minha violência, mas a abraça. Sendo Deus amor, então a única maneira que Ele tem de curar o meu pecado, não é decretar, lá do alto e de dentro das paredes douradas da sua eternidade, uma qualquer amnistia. A única maneira que Deus tem de me curar é descer ao meu mundo, viver no meu mundo, caminhar comigo, sujeitar-se às minhas maldades e atroplias, sofrê-las e absorvê-las. É só assim, desarmado e só amando, que pode dissolver e absolver o pecado que há em mim. «Deus amou tanto o mundo» (João 3,16). A cura não é mágica. Levantada e exibida bem diante dos nossos olhos, naquele rosto desfigurado e naquele sangue a escorrer, a imagem da violência, mentira, ódios, dentro de nós escondida, mas agora declarada, conhecemos agora a doença de que padecemos. Podemos, portanto, começar a tratar-nos. E o remédio também está ali exposto bem diante dos nossos olhos: é aquele amor e perdão subversivos!"

D. António Couto

sábado, 13 de Setembro de 2014

EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ - 14 de Setembro

SALMO RESPONSORIAL Salmo 77 (78), 1-2.34-35.36-37.38 (R. cf. 7c)
Refrão: Não esqueçais as obras do Senhor.

Escuta, meu povo, a minha instrução,
presta ouvidos às palavras da minha boca.
Vou falar em forma de provérbio,
vou revelar os mistérios dos tempos antigos.

Quando Deus castigava os antigos, eles O procuravam,
tornavam a voltar-se para Ele
e recordavam-se de que Deus era o seu protector,
o Altíssimo o seu redentor.

Eles, porém, enganavam-n’O com a boca
e mentiam-Lhe com a língua;
o seu coração não era sincero,
nem eram fiéis à sua aliança.

Mas Deus, compadecido, perdoava o pecado
e não os exterminava.
Muitas vezes reprimia a sua cólera
e não executava toda a sua ira.

DIOCESE DO PORTO - Lema do Ano Pastoral


sexta-feira, 12 de Setembro de 2014

150º ANIVERSÁRIO DO SEMINÁRIO MAIOR DO PORTO

Dia 15 de Setembro - 15h Salão Nobre da Biblioteca
Sessão solene presidida pelo Bispo 
O Seminário Maior de Nossa Senhora da Conceição está a comemorar 150 anos de existência. Sediado no antigo colégio de S. Lourenço, pertencente à Companhia de Jesus, mais tarde convento dos Frades Agostinho, foi entregue à diocese do Porto para aí instalar o seu seminário maior, num processo iniciado em 1862 e prolongado até 1864/65.

QUE JESUS REINE!

"É preciso que Jesus reine", lema de D. António Moiteiro, que no próximo domingo dará entrada solene como novo bispo da Diocese de Aveiro. Saudamos D. António e desejamos-lhe as maiores bênçãos de Deus na nova missão. 

REZAR A PALAVRA

Só tu, Senhor, 
és a verdade que sou chamado a seguir. 
Muitas vezes ao escutar as tuas palavras 
esqueço-me que elas são “A Palavra”, a “Verdade” 
e que sou chamado a seguir 
se quero viver em plenitude como tu me propões. 
Tantas vezes fico apenas na beleza literária, 
na lógica existencial, na afirmação filosófica. 
Ensina-me a mergulhar na verdade, 
a mergulhar em ti que és a verdade, 
para chegar a fazer da minha vida um lugar onde a palavra acontece.

Compromisso
Vou dar mais tempo à escuta silenciosa da Palavra de Deus. 

quinta-feira, 11 de Setembro de 2014

11 DE SETEMBRO, 13 ANOS DEPOIS


O mundo em suspenso... e nunca mais foi o mesmo. Mas, 13 depois, a terrível constatação de que violentos atentados, são o dia a dia de muitos povos. Tantas vidas perdidas e tantas almas amarguradas... Para quando, na humanidade, o Mandamento Novo?
"Amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros (Jo 13,34)."
Hoje, em silêncio, recordamos as vítimas... e rezamos pela PAZ e COMPREENSÃO entre todos os POVOS.

quarta-feira, 10 de Setembro de 2014

REZAR A PALAVRA

Quero ser bem-aventurado, Senhor. 
Este meu desejo não é estranho, 
pois todos os homens desejam a bem-aventurança. 
Assusta-me saber da possibilidade 
de trocar os critérios e os valores com que me oriento na vida 
e acabar por pensar que a bem-aventurança está onde tu vês a maldição. 
Mostra ao meu coração, Senhor, 
o verdadeiro sentido e valor das realidades do mundo e dos homens 
para não desejar perder-me nelas ao ponto de lhes entregar toda a minha vida.

Compromisso
Hoje vou avaliar os critérios com que faço as minhas opções,
para não cair na maldição.

EVANGELHO Lc 6, 20-26

Naquele tempo, Jesus, erguendo os olhos para os discípulos, disse:
«Bem-aventurados vós, os pobres, porque é vosso o reino de Deus.
Bem-aventurados vós, que agora tendes fome, porque sereis saciados.
Bem-aventurados vós, que agora chorais, porque haveis de rir.
Bem-aventurados sereis, quando os homens vos odiarem,
quando vos rejeitarem e insultarem
e proscreverem o vosso nome como infame, por causa do Filho do homem.
Alegrai-vos e exultai nesse dia, porque é grande no Céu a vossa recompensa.
Era assim que os seus antepassados tratavam os profetas.
Mas ai de vós, os ricos, porque já recebestes a vossa consolação!
Ai de vós, que agora estais saciados, porque haveis de ter fome!
Ai de vós, que rides agora, porque haveis de entristecer-vos e chorar!
Ai de vós, quando todos os homens vos elogiarem!
Era assim que os seus antepassados tratavam os falsos profetas».

segunda-feira, 8 de Setembro de 2014

NATIVIDADE DA VIRGEM SANTA MARIA

"Quereis saber quão feliz, quão alto é e quão digno de ser festejado o Nascimento de Maria? Vede para que nasceu. Nasceu para que d´Ela nascesse Deus. (...) 
Perguntai aos enfermos para que nasce esta celestial Menina, 
dir-vos-ão que nasce para Senhora da Saúde; 
Perguntai aos pobres, dirão que nasce para Senhora dos Remédios; 
Perguntai aos desamparados, dirão que nasce para Senhora do Amparo; 
Perguntai aos desconsolados, dirão que nasce para Senhora da Consolação; 
Perguntai aos tristes, dirão que nasce para Senhora dos Prazeres; 
Perguntai aos desesperados, dirão que nasce para Senhora da Esperança. 
Os cegos dirão que nasce para Senhora da Luz; Os discordes, para Senhora da Paz; 
Os desencaminhados, para Senhora da Guia;
Os cativos, para Senhora do Livramento;
 Os cercados, para Senhora da Vitória. 
Dirão os pleiteantes que nasce para Senhora do Bom Despacho; 
Os navegantes, para Senhora da Boa Viagem; 
Os temerosos da sua fortuna, para Senhora do Bom Sucesso; 
Os desconfiados da vida, para Senhora da Boa Morte; 
Os pecadores todos, para Senhora da Graça; 
E todos os seus devotos, para Senhora da Glória. 
E se todas estas vozes se unirem em uma só voz, 
dirão que nasce para ser Maria e Mãe de Jesus" 

(Pe. António Vieira. Sermão do Nascimento da Mãe de Deus)

domingo, 7 de Setembro de 2014

PLANIFICAÇÃO DA CATEQUESE 2014/2015

Amigo(a) catequista, se no decorrer do ano o teu número de telefone, telemóvel ou endereço electrónico sofreu alteração, por favor comunica ao secretariado:
 secatequesevilardoparaiso@gmail.com ou Crismrcosta@hotmail.com
Obrigada pela colaboração e uma boa semana com as maiores bênçãos de Deus.

sábado, 6 de Setembro de 2014

DOMINGO XXIII DO TEMPO COMUM - Ano A

SALMO RESPONSORIAL Salmo 94 (95), 1-2.6-7.8-9 (R. cf. 8)
Refrão: Hoje se escutardes a voz do Senhor,
não fecheis os vossos corações. 

Vinde, exultemos de alegria no Senhor,
aclamemos a Deus, nosso Salvador.
Vamos à sua presença e dêmos graças,
ao som de cânticos aclamemos o Senhor. 

Vinde, prostremo-nos em terra,
adoremos o Senhor que nos criou.
Pois Ele é o nosso Deus
e nós o seu povo, as ovelhas do seu rebanho. 

Quem dera ouvísseis hoje a sua voz:
«Não endureçais os vossos corações,
como em Meriba, no dia de Massa no deserto,
onde vossos pais Me tentaram e provocaram,
apesar de terem visto as minhas obras».

quinta-feira, 4 de Setembro de 2014

Hino da Caridade

Para ouvir, ver e meditar...

DIA INTERNACIONAL DA CARIDADE

O Dia Internacional da Caridade foi instituído pela Assembleia-Geral das Nações Unidas em 2012, através da Resolução 67/105, na data da morte da Beata Madre Teresa de Calcutá, e pretende “reconhecer o papel fundamental das instituições, governos e pessoas que praticam a caridade e aliviam as crises humanitárias e o sofrimento humano”.
A caridade é paciente, 
a caridade é benigna; 
não é invejosa, não é altiva nem orgulhosa; 
não é inconveniente, 
não procura o próprio interesse; 
não se irrita, não guarda ressentimento; 
não se alegra com a injustiça, 
mas alegra-se com a verdade; 
tudo desculpa, tudo crê, 
tudo espera, tudo suporta. 
O dom da profecia acabará, 
o dom das línguas há-de cessar, 
a ciência desaparecerá; 
mas a caridade não acaba nunca. 
De maneira imperfeita conhecemos, 
de maneira imperfeita profetizamos. 
Mas quando vier o que é perfeito, 
o que é imperfeito desaparecerá. 
Quando eu era criança, falava como criança, 
sentia como criança e pensava como criança. 
Mas quando me fiz homem, deixei o que era infantil. 
No presente, nós vemos como num espelho e de maneira confusa; 
então, veremos face a face. 
No presente, conheço de maneira imperfeita; 
então, conhecerei como sou conhecido. 
Agora permanecem estas três coisas: 
a fé, a esperança e a caridade; 
mas a maior de todas é a caridade.

1 Cor 13, 4-13

quarta-feira, 3 de Setembro de 2014

INSCRIÇÕES NA CATEQUESE - 1º ANO

Se o seu filho, neto, ou alguma criança amiga vai entrar este ano para a escola (1º ano do ensino básico) pode Inscreve-la também no 1º ano de catequese. Contacte o Cartório Paroquial, Rua Major Teixeira Pinto, nº 423/445 * 4405-877 Vilar do Paraíso, Tel : 227 110 132. Endereço electrónico: paroquiavilardoparaiso@gmail.com
Se desejar, pode levar a ficha de inscrição já preenchida que encontra em:  

terça-feira, 2 de Setembro de 2014

MEDITAÇÃO DIÁRIA

Ter, 2 – SEMANA XXII DO TEMPO COMUM
1 Cor 2, 10b-16 / Slm 144 (145), 8-14 / Lc 4, 31-37
O Espírito Santo conhece todas as coisas, até o que há de mais profundo em Deus. (1ª Leitura)
Rezemos ao Espírito Santo 
para que nos leve ao que há de mais profundo em Deus 
e deixemo-nos acolher por esse «mais profundo» de Deus; 
um mais profundo que nos puxa para dentro de Si 
e ao qual nos acolheremos com toda a nossa fragilidade, 
com todo o nosso tremor e com toda a nossa força, 
que é a nossa total confiança no Pai. 
Rezemos sobre isto.

REZAR A PALAVRA

A beleza da tua palavra, Senhor, 
leva-me a citar de cor muitas passagens da escritura, 
mas nem sempre isso significa um verdadeiro encontro contigo 
que te fazes presente, hoje, para mim. 
A beleza literária, a verdade profundamente humana que aí encontro, 
as circunstâncias históricas relatadas como factos, 
muitas vezes não me deixam ver-te a comunicar comigo. 
Os meus olhos teimam em fixar-se na letra morta 
e em deixar-se cativar pela beleza exterior. 
Ensina-me a ver mais longe para me enamorar 
não apenas da palavra, 
mas do Senhor da palavra.


segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

CHEGADOS A SETEMBRO...

"Amamos, portanto, as lágrimas e as dores. Mas todo o homem deseja o gozo. Ora, ainda que a ninguém apraz ser desgraçado, apraz-nos contudo a ser compadecidos. Não gostaremos nós dessas emoções dolorosas pelo único motivo de que a compaixão é companheira inseparável da dor? A amizade é a fonte destas simpatias”. 
Santo Agostinho

sábado, 30 de Agosto de 2014

DOMINGO XXII DO TEMPO COMUM - Ano A

SALMO RESPONSORIAL Salmo 62 (63), 2.3-4.5-6.8-9 (R. 2b)
Refrão: A minha alma tem sede de Vós, meu Deus.

Senhor, sois o meu Deus: 
desde a aurora Vos procuro.
A minha alma tem sede de Vós.
Por Vós suspiro,
como terra árida, sequiosa, sem água. 

Quero contemplar-Vos no santuário,
para ver o vosso poder e a vossa glória.
A vossa graça vale mais do que a vida;
por isso, os meus lábios hão-de cantar-Vos louvores. 

Assim Vos bendirei toda a minha vida
e em vosso louvor levantarei as mãos.
Serei saciado com saborosos manjares,
e com vozes de júbilo Vos louvarei. 

Porque Vos tornastes o meu refúgio,
exulto à sombra das vossas asas.
Unido a Vós estou, Senhor,
a vossa mão me serve de amparo.

sexta-feira, 29 de Agosto de 2014

ORAÇÃO

Senhor, vieste mostrar-nos que há um só Deus que é Pai, 
um Deus que habita em todos e em todos actua. 
Mas reconhecemos que nem sempre permitimos
que seja o Pai a dominar em nós, 
nem sempre é Ele o nosso Mestre, 
nem sempre olhamos para ti como nosso Messias. 
Dentro de nós persiste a vontade de ser o primeiro, 
de dar ordens aos demais, de mostrar a nossa vontade. 
Estragamos tudo e a comunidade torna-se um lugar inóspito
onde é difícil respirar. 
Ensina-nos, Senhor, a alegria de ser irmão de todos 
e de a todos servir com humildade.
Ámen.

quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

PRONTOS PARA RECOMEÇAR?

Depois de trilhos, veredas e caminhos percorridos. De refrescar o corpo na imensidão do mar, dos rios ou regatos cristalinos. Do benéfico descanso à sombra de árvores, num jardim, numa montanha ou no interior de uma casa. Da saborosa conversa com os familiares e amigos, em que nalguns casos é apenas de ano a ano... Eis-nos com renovada energia para mais um ano de missão! 
 
 
 
É, pois, tempo de dar graças a Deus por tudo quanto nos deu viver, e recomeçar com a alma leve e o coração renovado! 

segunda-feira, 25 de Agosto de 2014